Jogar ou não jogar meu Wii?

wii10.jpg 

Notícias em meios de comunicação do exterior começam a levantar dúvidas quanto à supremacia do console de nova geração da Nintendo, Wii.

Uma matéria recente na revista japonesa Nikkei afirmou que a alta venda de unidades não refletia em seu número real de jogadores, sugerindo que muitos dos compradores adquiriram o aparelho para ver como era e desde então não o ligaram mais.

Na matéria, diversas partes ligadas à indústria de videogames comentaram a respeito do aparelho e expressaram suas inquietações. A preocupação principal é quanto ao sucesso do Wii na venda de jogos. Enquanto o videogame parece estar cumprindo um de seus objetivos primordiais, aumentar o universo de jogadores, executivos afirmam que a Nintendo tem sido a única real beneficiária com as vendas de softwares para a plataforma.

O problema é que muitos desenvolvedores não tiveram agilidade suficiente e acabaram com títulos fracassados em mãos, enquanto a Nintendo teve tempo de planejar seus lançamentos e, assim, está tendo êxito com a venda de softwares.

O resultado deste quadro é a estabilidade no quadro de vendas comparado ao ano anterior e a relutância de muitas empresas a se comprometerem com o Wii.

Em setembro as vendas do Wii caíram consideravelmente no Japão pelo segundo mês consecutivo, enquanto as vendas dos consoles concorrentes diminuem, pouco a pouco, a vantagem obtida pela Nintendo.

Ainda assim, é arriscado prever um fracasso do Wii ou a vitória de qualquer outra plataforma no atual panorama do mercado de games.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: