Artigos

rss_logo_temp.jpg O que é RSS?

O RSS (Really Simple Syndication) é uma forma alternativa de acessar o conteúdo de um site. Os blogs e sites de notícias atualizam seu conteúdo freqüentemente. Se você costuma acessar determinados sites ou blogs, acaba sendo obrigado a visitar diariamente cada um, mesmo sem saber se ele foi atualizado.O RSS surgiu para eliminar esse problema. Com ele, o leitor recebe o conteúdo dos sites, em um agregador, na hora em que são atualizados. É como se fosse uma assinatura de uma revista. Quando você assina uma revista, elimina o incomodo de ir à banca assim que cada exemplar é publicado.A informação vai até você, ao invés de você ter que ir até ela.

Como funciona? Para assinar o RSS você só precisa de duas coisas: o URL (endereço) do feed e um agregador ou leitor de feeds.

Os agregadores ou leitores de feeds são programas feitos para interpretar o conteúdo de um arquivo RSS ou ATOM. O funcionamento deles é semelhante ao do seu navegador.

Ao utilizar um agregador para se inscrever nos sites que você acessa periodicamente, você poupa tempo, pois a informação é agrupada em um só lugar e é atualizada na hora em que é publicada.

Para obter o URL do feed, é só procurar por RSS, ícones (que em geral aparecem na cor laranja). Depois, é só clicar com o botão direito do mouse e clicar em “Copiar Link” ou “Copiar Atalho”.

Feito isso, é só abrir o agregador, procurar a função “novo feed” ou similar e colar o URL que foi copiado.

Agregadores Existem dois tipos de agregadores: os de desktop, que precisam ser instalados no seu computador e os baseados em web, que são basicamente sites que interpretam o conteúdo de um arquivo de feed, mas não precisam ser instalados.

Agregadores para desktop:

FeedReader (Windows) Feed Demon (Windows) NetNewsWire (MacOS) AmphetaDesk (Windows, Linux, Unix e MacOS) Awasu (Windows) Akregator (Linux – KDE) Firefox Live Bookmarks (integrado ao browser Firefox) Opera (que também tem um agregador integrado)
Agregadores baseados em Web:
Newshutch (recomendo para iniciantes) Google ReaderBloglinesNetvibesNewsGator My Yahoo!RSS 2.0

Além disso, os navegadores mais modernos já possuem um leitor de feeds embutido.Se você usa o Firefox, e quiser utilizar usar o agregador integrado (Live Bookmarks), faça o seguinte: ao entrar em um site que contenha um ou mais feeds, note que na barra de status aparecerá o ícone . Ao clicar nele, irá aparecer uma lista com os feeds disponíveis. É só escolher em qual deseja se cadastrar.Se você usa o

Internet Explorer 7, ao entrar em uma página que tenha um feed, o ícone — que é o mesmo do Firefox — e aparece inicialmente na cor cinza, irá tornar-se laranja. Ao clicar neste ícone, você é automaticamente direcionado para o feed.Se você usa o Opera, observe que na extrema direita da barra de endereços (ao lado da setinha pra baixo) aparece um botãozinho escrito “RSS”. Clicando nele, abre-se um pop-up com os nomes dos feeds disponíveis. É só escolher em qual deseja se cadastrar.Quais as vantagens de assinar o RSS?

Você passa a ver notícias em seu computador em tempo real. Você fica atualizado sobre seus assuntos preferidos. É possível concentrar conteúdo de diversos sites. Tudo é automático, a informação corre atrás de você e não o contrário.

[O Conteúdo desta matéria foi extraido do www.toma.com.br]

———————————————————————————————————————————————————–

 web2_tags.jpg

Entenda o que é a Web 2.0

O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web –tendência que reforça o conceito de troca de informações e colaboração dos internautas com sites e serviços virtuais. A idéia é que o ambiente on-line se torne mais dinâmico e que os usuários colaborem para a organização de conteúdo.

Dentro deste contexto se encaixa a enciclopédia Wikipedia, cujas informações são disponibilizadas e editadas pelos próprios internautas.

Também entra nesta definição a oferta de diversos serviços on-line, todos interligados, como oferecido pelo Windows Live. Esta página da Microsoft, ainda em versão de testes, integra ferramenta de busca, de e-mail, comunicador instantâneo e programas de segurança, entre outros.

Muitos consideram toda a divulgação em torno da Web 2.0 um golpe de marketing. Como o universo digital sempre apresentou interatividade, o reforço desta característica seria um movimento natural e, por isso, não daria à tendência o título de “a segunda geração”. Polêmicas à parte, o número de sites e serviços que exploram esta tendência vem crescendo e ganhando cada vez mais adeptos. 

Glossário da Web 2.0
AdSense: Um plano de publicidade do Google que ajuda criadores de sites, entre os quais blogs, a ganhar dinheiro com seu trabalho. Tornou-se a mais importante fonte de receita para as empresas Web 2.0. Ao lado dos resultados de busca, o Google oferece anúncios relevantes para o conteúdo de um site, gerando receita para o site a cada vez que o anúncio for clicado

Ajax: Um pacote amplo de tecnologias usado a fim de criar aplicativos interativos para a web. A Microsoft foi uma das primeiras empresas a explorar a tecnologia, mas a adoção da técnica pelo Google, para serviços como mapas on-line, mais recente e entusiástica, é que fez do Ajax (abreviação de “JavaScript e XML assíncrono”) uma das ferramentas mais quentes entre os criadores de sites e serviços na web

Blogs: De baixo custo para publicação na web disponível para milhões de usuários, os blogs estão entre as primeiras ferramentas de Web 2.0 a serem usadas amplamente

Mash-ups: Serviços criados pela combinação de dois diferentes aplicativos para a internet. Por exemplo, misturar um site de mapas on-line com um serviço de anúncios de imóveis para apresentar um recurso unificado de localização de casas que estão à venda

RSS: Abreviação de “really simple syndication” [distribuição realmente simples], é uma maneira de distribuir informação por meio da internet que se tornou uma poderosa combinação de tecnologias “pull” –com as quais o usuário da web solicita as informações que deseja– e tecnologias “push” –com as quais informações são enviadas a um usuário automaticamente. O visitante de um site que funcione com RSS pode solicitar que as atualizações lhe sejam enviadas (processo conhecido como “assinando um feed”). O presidente do conselho da Microsoft, Bill Gates, classificou o sistema RSS como uma tecnologia essencial 18 meses atrás, e determinou que fosse incluída no software produzido por seu grupo.

Podcast: é uma forma de publicação de programas de áudio, vídeo e/ou fotos pela Internet que permite aos utilizadores acompanhar a sua atualização. A palavra “podcasting” é uma junção de iPod – um aparelho que toca arquivos digitais em MP3 – e broadcasting (transmissão de rádio ou tevê). Assim, podcast são arquivos de áudio que podem ser acessados pela internet. Estes áudios podem ser atualizados automaticamente mediante uma espécie de assinatura. Os arquivos podem ser ouvidos diretamente no navegador ou baixados no computador.

Tagging [rotulação]: Uma versão Web 2.0 das listas de sites preferidos, oferecendo aos usuários uma maneira de vincular palavras-chaves a palavras ou imagens que consideram interessantes na internet, ajudando a categorizá-las e a facilitar sua obtenção por outros usuários. O efeito colaborativo de muitos milhares de usuários é um dos pontos centrais de sites como o del.icio.us e o flickr.com. O uso on-line de tagging é classificado também como “folksonomy”, já que cria uma distribuição classificada, ou taxonomia, de conteúdo na web, reforçando sua utilidade

Wikis: Páginas comunitárias na internet que podem ser alteradas por todos os usuários que têm direitos de acesso. Usadas na internet pública, essas páginas comunitárias geraram fenômenos como a Wikipedia, que é uma enciclopédia on-line escrita por leitores. Usadas em empresas, as wikis estão se tornando uma maneira fácil de trocar idéias para um grupo de trabalhadores envolvido em um projeto.

Confira aqui uma lista de sites da web 2, ou http://web2.0br.com.br/

 [O Conteúdo desta matéria foi extraido da www.folhaonline.com.br]

———————————————————————————————————————————————————–

2 Respostas

  1. teste

  2. segue o link sobre uma materia interessante da maquina de turing:

    http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=9273

    abraçao juninho…e abraçao a todos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: